O amor precisa do outro

Nas pedaladas pela África do Sul vi muitas zebras e me apaixonei por elas….estavam sempre em duplas….

O amor precisa do outro. Simples assim. E esta é sem dúvida a constatação mais poderosa do Universo! Não se trata daquela ideia – para mim equivocada – de que somos a metade da laranja esperando a parte que falta para vivermos “felizes para sempre”. Tenho de fato a convicção de que a felicidade não está no outro e sim em nós mesmos. Contudo, não se trata de egocentrismo ou uma desculpa para viver sozinha. Não, nada disto! Apenas me dei conta que o amor existe quando transborda da gente e em algum canto, pessoa ou coração encontra eco….

Neste momento em que choro o fim de uma relação, deixei escapar para uma amiga do coração: “estou sofrendo com a perda do amor”. Ela rapidamente retrucou: “você não perdeu, você tem muito amor dentro de você, só ama quem tem….” Estas palavras fizeram as peças do quebra cabeças em meu peito se encaixarem….parece que entendi esta sensação estranha de deixar de existir por alguns momentos….Eu continuo sendo amor, mas agora ele parece não estar recocheteando em lugar algum. É como o som, que continua existindo, mas não é ouvido se não houver meio para que se propague. Isto é física. Isto é fato. O amor precisa do outro. 

Lembro de uma vez em que estava de bicicleta atravessando uma vila de péssima reputação. Bem no cruzamento entre um e outro viaduto o sinal de trânsito fechou para mim. Observei um morador de rua que pedia dinheiro nos carros na transversal se esconder de mim ao invés de vir na minha direção. Como para ele os vidros sempre se fecham e eu não tinha vidros para fechar, entendi aquele seu gesto como uma gentileza para me poupar de um susto. Eu respondi a sua gentileza com um sonoro e sorridente bom dia. Este homem ficou atônito, procurou outra pessoa à sua volta à quem eu pudesse estar cumprimentando. Em vão. Éramos só eu e ele. E ele por fim relaxou, e sorriu também. Ele, que é sempre invisível, tinha sido visto. Que momento divino! Neste momento, ele existiu, neste momento, o amor existiu. Mais uma prova concreta da minha teoria: o amor precisa do outro.

É por isso que vivemos em sociedade. Para ter a certeza que existimos. É por isso que “é melhor serem dois do um”- para que nosso amor possa encontrar eco…

Mas só dá quem tem….

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s