A saga de um pau de enchente

Uma vez me disseram que eu era um pau de enchente. Sim, isso mesmo, aquele que vai com a enxurrada e ao invés de seguir o fluxo (e chegar ao seu destino?), se deixar levar pela correnteza, vai parando no caminho, a cada obstáculo que encontra e depois toma novo rumo. Sim. Sou assim mesmo. Achei que era um defeito, mas hoje vejo que é uma qualidade. Não paro porque desisto diante do obstáculo, mas porque quero liberar o obstáculo para que ele possa seguir também o seu rumo. Depois de tanto brigar, agora me encanto com as linhas tortas de Deus. Quero resolver o problema do outro – dar minha contribuição para o mundo. Gosto de ajudar. Não porque quero que me ajudem, mas porque, com gratidão pela vida, sempre tive um batalhão de anjos da guarda que me guiam e protegem nas enchentes da vida. Me coloco no lugar do outro, e não me importo de desviar do caminho, pois acho que justamente que são as curvas do caminho que dão graça a vida. As linhas tortas, as histórias mágicas, as gentilezas desinteressadas. Se dependesse de mim, eu plantaria sorrisos…e me aqueceria com o brilho de olhos anônimos.

Domingo foi dia de Maratona. Este evento faz parte da história da minha vida. Dos piores e melhores momentos dela. De certeza, só a convicção de que o esporte pode sim mudar o mundo. Nesta edição, vai ficar ainda uma boa lembrança: a de que o pau de enchente aqui conseguiu fazer a diferença na vida de uma família mineira. Na véspera da prova, ajudei em algo simples, mas que para eles era muito importante. Era um casal com um filho de 6 anos. O menino me comoveu, lembrei  do meu afilhado, pelo qual alimento amor infinito e por quem eu moveria montanhas, se necessário fosse. Tentei e deu certo. O pai do garoto completou sua primeira maratona. No final eles me encontraram – ou o que sobrou de mim – e pediram para tirar uma foto. Este gesto foi para mim a confirmação de que eu devo sim continuar a ser um “pau de enchente”.  Não interessa se o mundo é bruto e mau. Eu não quero ser assim. Vou continuar fazendo o que eu acho certo.

P.S.: Uns dias depois, chegou a foto….e uma mensagem linda que só me faz confiar ainda mais na vida!


22/06/17

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s