Buenos Aires en mi vida

Já vou logo avisando: sou prolixa, sempre! Amo as linhas tortas de Deus e suas encantadoras surpresas….

Eu estava trabalhando quando uma ex-ouvinte de um programa de rádio e atual amiga me ligou no meio da tarde para fazer um convite: “vamos para Buenos Aires na virada do ano?” E completou: “Me lembrei que não tens família, venha se divertir conosco”. Na época, me lembro que eu tinha uma idéia maluca de ir para Jericoacoara, mas um tanto de preguiça e medo de fazer tudo isso sozinha. Eu ainda era muito fechada para o mundo. Assim, aceitei de pronto o inusitado convite e fiquei, aliás, muito lisonjeada com a iniciativa. 

Mesmo que naquele ano tenha sido registrada a maior tragédia da história da Capital Federal argentina – o incêndio da Kromagnom- foi para mim um Reveillon inesquecível.  E o começo de uma estrada que mudou minha vida.

Desde esta época, elegi BsAs como meu refúgio – ia sempre que podia – para me distrair, para me energizar. Para “tener ganas”! Cheguei a fazer planos bem concretos de desenvolver um negócio e mudar para lá.  Mas não aconteceu. Aconteceu em uma de minhas idas e vindas é que conheci um argentino,  que uma amiga do coração disse: ” é ele Carol! “. Não era. Mas dele ouvi uma frase que ficou tatuada no meu coração: “eres una mujer del mundo”. 

O tempo passou. “Cambiei” de vida algumas vezes e numa destas, de férias em um trabalho que definitivamente não fazia meu coração bater mais forte, fui parar por engano 15 dias completamente sozinha em Buenos Aires.  Lá escutei outra frase que mudou minha vida. Acho que já escrevi sobre o momento…. Eu, igrejeira apaixonada, precisei ir para outro país, em outra religião para escutar em outro idioma e finalmente cair a ficha: “Qualquer resposta que não seja sua vida, não faz sentido”. E eis que passei a fazer sentido: passei a ser que em sou, lutar pelo que acredito – com até um pouco de convicção demais – e deixar de lado quaisquer expectativas ou padrões da sociedade: sou o que sou – me ame ou me deixe! 

Alguns deixaram…mas muitos mais me amaram e me sinto feliz com estas bases firmes que guiam agora meus passos.

Quatro anos se passaram e eu voltei a Buenos Aires.  No mesmo local em que escutei uma das frases derradeiras… E eis que se antes eu conhecia 2 ou 3 países, agora só me faltam 2 continentes. Conheci lugares encantadores e vivi aventuras “inolvidables”. E, o melhor de tudo: senhora do meu destino, responsável por minhas escolhas, buscando me fazer feliz a cada dia.

Gracias Buenos Aires, gracias Palermo. Desta vez, só me perturbou o canto dos bem-te-vis…Será um sinal? O começo de uma história com a qual eu tanto sonho? Que bons ares estejam em meu horizonte.

P.S.: E, sobre a lenda – de minha mãe- sobre o canto dos bem-te-vis, que fique a curiosidade…outra hora eu conto!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s